Os desafios de segurança estão constantemente avançando e gerenciar a segurança de uma empresa em um cenário de trabalho remoto ou flexível pode trazer ainda mais dificuldades. 

Segundo estatísticas, 80% dos vazamentos de dados são causados por senhas fracas, reutilizadas ou roubadas. Se a maior parte do perigo está no erro humano, por que não usar a tecnologia para evitar que descuidos do tipo ocorram? Uma solução de gerenciamento de senhas, conhecida também como cofre de senhas, pode ser a resposta para proteger as informações do negócio e de seus colaboradores. 

 

1. É impossível memorizar todas as senhas

Segundo uma pesquisa de mercado, um usuário tem uma média de 150 senhas. Não é difícil imaginar essa quantidade de senhas com o tanto de serviços online que utilizamos, como redes sociais, e-mails, programas de mensagens instantâneas, internet banking, aplicações de trabalho, entre outros. E isso significa, em teoria, que o usuário precisa memorizar 150 senhas diferentes, que sejam únicas e complexas o suficiente para proteger suas contas. Na realidade, sabemos que isso é impossível para as pessoas. Mas esse problema pode ser resolvido com um gerenciador de senhas, onde você memoriza apenas uma senha grande e segura, e ele cuida do resto.

 

2. É fácil esquecer e reutilizar senhas

O ponto acima nos leva a outra questão importante: com tantas senhas para lembrar, é extremamente provável que o usuário reutilize senhas ou use senhas muito similares, inclusive nas aplicações de trabalho. Isso aumenta os riscos de cibercriminosos invadirem facilmente diversas contas da mesma pessoa e ganharem acesso a contas corporativas. Além disso, quanto mais senhas para lembrar, maior a probabilidade do usuário esquecê-las. Isso demanda esforço e tempo do usuário e da equipe de TI da empresa para redefinir a senha. 

 

3. É preciso ter SSO e MFA 

Recursos como o login único, também conhecido como Single Sign-On (SSO), e a autenticação multifator (MFA na sigla em inglês) são importantes para fortalecer mais a segurança e garantir que somente as pessoas certas tenham acesso aos dados da empresa. Um gerenciador de senhas com login único melhora a experiência do usuário e facilita o acesso dos colaboradores aos apps usados em suas rotinas de trabalho. Já a autenticação multifator adiciona mais camadas de segurança com uma experiência sem senhas, com fatores como impressão digital, reconhecimento facial, localização, dispositivo, entre outros.

 

4. Os funcionários querem trabalhar de qualquer lugar

O gerenciador de senhas oferece flexibilidade para as empresas e seus colaboradores escolherem o modo melhor de trabalho, seja no escritório, em casa, ou de qualquer outro lugar, usando desktop ou dispositivos móveis. A organização mantém o controle através de políticas customizadas para suas necessidades. Ela pode construir suas regras de segurança por grupos de usuário, hierarquia, localização, etc., e administrar tudo de forma simples por um painel de controle. 

Não espere sua empresa sofrer um ataque para contratar um gerenciador de senhas. O LastPass Business, solução de gerenciamento de senhas da LogMeIn, ganhou novos recursos:

  • Novo console de administrador para uma gestão de usuários mais simples;
  • LastPass para uso pessoal de cada colaborador e até 5 contas premium para seus familiares sem custo adicional;
  • Single Sign-On simplificado;
  • Pacotes Business customizáveis com mais flexibilidade para empresas de todos os tamanhos.

Saiba mais na página do LastPass e entre em contato conosco: [email protected].

Compartilhe: